segunda-feira, 29 de novembro de 2010

OS MESMOS OLHOS




A velha senhora sentou-se diante do espelho

Receosa, levantou o rosto e olhou pr'aqueles olhos

Viu seu rosto, e a imagem sorriu-lhe.

Ficou encantada com o que via:

Aquelas linhas, enraizadas aos olhos, tão suaves, tão suas

Linhas que pareciam poesias

Pois eram marcas de um tempo feliz

De muitas risadas e de vivências únicas

Sua pele alva também mostrava linhas emoldurando a boca

Aquela boca que tanto sorriu

Que tanto falou

Que tanto beijou...

As linhas do tempo lhe eram amigas

Lhe contavam segredos que ela até esquecera de ter vivido

Lembrando-se de alguns capítulos, ela riu.

Em alguns outros, correu-lhe uma lágrima...

O brilho daqueles olhos verdes era o mesmo

Os mesmos olhos...

A diferença era a serenidade

Ainda mais marcante

Seu olhar pacificava a si mesma...

Tinha-lhe um apreço comovente

O espelho lhe dizia o quanto era amada

O quanto aqueles anos todos a fizeram bem

E ela a eles...

Olhou pras suas mãos: frágeis, cheias de histórias

Eram, também, fortes, dentro de sua docilidade.

Os dedos pareciam tocar notas musicais

No piano de cauda

Seu piano lindo , que era a vida.

Os cabelos tingidos, brilhantes,

por dentro eram branquinhos como flocos de neve

De neve e de nuvem

Cabelos de anjo, ela tinha.

E o espelho estava tão feliz por tê-la ali, à sua frente

Por vê-la assim, tão serena e em paz

Feliz por ter vivido intensamente

Por ter se emocionado sempre

Muitas e muitas vezes chorado

Por ter brincado tanto quanto quis

Porque era humana e teve sede de viver

A senhorinha , agora dentro de seu corpo frágil,

Sentia a brisa que vinha pela janela

ItálicoTocando sua nuca

Entrando em seus pulmões

Os perfumes que ela recordava

Todos estavam ali, presentes.

Então, pensou:

A vida que oferece perfumes para recordar, é vida feliz...

12 comentários:

depoisdacurva disse...

"A vida que oferece perfumes para recordar, é vida feliz..."

Marcante isso.

Vanilla disse...

Lindo e, realmente, muito marcante!

Du disse...

Lendo teu poema e ouvindo no repeat Renato Russo – La Solitudine... ficou mais bonito ainda, sabia?

A nostalgia de coisas passadas, felizes ou não, não deixa de ser uma espécie de solidão e é na solidão que conseguimos escrever coisas lindas assim...

Os olhos são o reflexo da nossa alma e o espelho é a realidade que tantas vezes tentamos disfarçar, como uma forma de driblar a nossa própria vida com ilusões descabidas.
Que bom olhar para o espelho, para as rugas que a vida gerou e sentir felicidade perfumada por isto, por ter vivido intensamente apesar das lágrimas que muitas vezes são inevitáveis...

Te amo.

Flávia Braun disse...

Du, este é um poema que pra mim foi meio visionário....imaginei-me anos e anos além.... =)

Tatiana Kielberman disse...

Lindo conto, pelas palavras, maravilhosa poesia!!

Que sua vida possa ser tão feliz e abençoada quanto a que descreveu!

Beijos, querida!

Suzana Martins disse...

Minha querida, como eu gosto de te ler... Faz bem para minha alma!!

Os olhos. Os mesmo olhos tímidos que recitavam versos. O olhar. O mesmo olhar que se alegrava nas estações!

Beijos

Bruna disse...

É lindo reinventarmos nosso eu em outras fases, com outros olhos... Com poesia, com imaginação, com amor...

Lindo teu olhar pra dentro, tua poesia... Lindo o diálogo que ela faz com aquele poema da Cecília que eu lembrei... Amo!! "Retrato", depois procura!

Beijo carinhoso, guria! Escreva sempre. ;)

CONRADO DALL´IGNA disse...

I'm learning all about my life, by looking through your eyes... =)

Beijos, beijos!

Danilo MM disse...

O espelho diz muito sobre nós, coisas que nem sempre estamos dispostos a ouvir.

Mas conhecer-se é um caminho para saber que sempre é possível ser feliz.

Tassyane Américo disse...

Flávia, aqui é puro encanto e sentimento. Impossível não gostar!
Estou parando um pouco para ler cada texto. É bom demais!
Beijão!

Silvana Villas-Boas disse...

Flávia

Os seus versos faz a gente sonhar. E nunca querer acordar. Adorei.
Bjuss
Sil

Pri de Luz disse...

Buscando pela internet uma imagem pude conhecer o seu blog, que por sinal é muito rico e lindo. A partir de agora seguirei/ acompanharei você.

Se quiser conhecer meu trabalho e seguir o meu:
www.prideluz.blogspot.com