domingo, 28 de novembro de 2010

SERES DE LUZ


Pessoa de luz.

Aquela luz interna que irradia a tudo e a todos ao seu redor.

É puro reflexo de força interior e de amor.

Pessoas que são o próprio amor, em si.

Na sua forma mais linda e universal.

Seus olhos são portais pra busca de boas energias.

Essa energia que elas transbordam através de seus poros.

Energia pura, simples e ao mesmo tempo intensa.

É preciso ter sensibilidade pra sentí-la.

Mas mesmo quem não tem tanta sensibilidade,

sente-se bem na companhia desses seres.

Seres de luz têm magia no modo de olhar, de tocar com carinho o outro.

Gostam de abraçar, de passar a energia.

Algumas vezes parece que a luz apaga.

Não!

Apenas fica um pouco ofuscada

por uma falsa idéia de sofrimento.

A luz está sempre lá: dentro e fora!

Sejamos força que sempre mantém essa luz ativa:

a luz da vida, a luz do amor

Pessoas assim são iluminadas

Escolhidas pra espalhar amor ao seu redor ( e a si mesmas, claro! )

Isso é Felicidade:

o entendimento e a ciência

de que essa força e essa luz internas são imortais.

Meta de vida: ser e fazer feliz.

A tudo e a todos.


4 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Que maravilha podermos nos deparar com esses seres de luz pelo caminho, Flavinha!

Muitas vezes, estão mais próximos do que imaginamos!

Você, certamente, é um deles!

Linda poesia!

Beijos!!

Suzana Martins disse...

Ah Flavinha, vc é um desses seres de luz que ilumina o meu caminho com suas lindas palavras!!!!

Beijos, minha linda!!^^

Excelente semana para vc!!!

Du disse...

Tu é toda essa Luz, Flavinha.

Camila Passatuto disse...

Eu estava precisando ler esse texto...

Muitas vezes eu entro em umas discussões comigo, querendo definir o real motivo da arte na escrita... se é apenas expor contexto, se é explorar a forma, os ritmos, a cuiriosidade... Pode ser (e é) tudo isso; mas um dos motivos mais lindos da arte é fazer crescer paz...
Esse seu texto fez crescer mais um tanto disso em mim.

Beijos.