domingo, 6 de novembro de 2011

Pedido


O que fazer
Se meu coração pede
Mas minhas mãos
ficam paralisadas
como em estado de transe
Se minha mente
fica confusa:
Pensamentos desconexos
Desejos não decifrados
- ou, pior -
completamente conhecidos
porém, inatingíveis...
Os olhos anseiam ver
Os ouvidos, escutar
A alma levitar
tudo ao som do teu cantar...
No céu,
a lua se escondeu
triste pela ausência
do motivo de seu cintilar
da razão de seu existir.
O luar foi se deitar...
E as estrelas,
solidárias,
te chamam
Clamam tua presença
Pra que o sol
também volte a brilhar...
E, assim, meu verso
retorne
Pra este caminho
Iluminar!