quinta-feira, 26 de junho de 2014

Encontro







Em que esquina desta estrada 
tua vida e meus sonhos
finalmente 
se esbarram?
No calor dos nossos beijos, 
 na comunhão de nossas mãos. 
No sentimento
de sempre termos
um ao outro pertencido
sem tampouco perceber.
Alma, corpo, coração
sensação
de paz completa
e, ao mesmo tempo,
uma enorme revolução.
Um maremoto,
um furacão
amor
revestido
de pura paixão.


quinta-feira, 5 de junho de 2014

Das interpretações






Ler
 um poema 
é como 
encontrar 
uma garrafa
 há muito 
esquecida 
no mar: 
alguns encontram 
uma bela carta.
 outros, 
preciosos tesouros.
  poucos 
a encontram vazia,
e, ainda, 
existem 
aqueles que 
a ignoram...