quinta-feira, 5 de junho de 2014

Das interpretações






Ler
 um poema 
é como 
encontrar 
uma garrafa
 há muito 
esquecida 
no mar: 
alguns encontram 
uma bela carta.
 outros, 
preciosos tesouros.
  poucos 
a encontram vazia,
e, ainda, 
existem 
aqueles que 
a ignoram...



Nenhum comentário: