terça-feira, 8 de abril de 2014

A viagem






Nesse vagão que eu entrei
tão difícil te encontrar
como se eu viajasse na terra
e tu flutuasse no ar...

Nos trilhos dessa jornada
tantas vezes me perdi
sem saber pra onde ia
tampouco a hora de partir

Passageiros aloprados
reféns das correntezas
fui buscar o que nem sei
enquanto voltavas com razas certezas

Se vou pelos ares,
pelos mares,
 pelos trilhos
tanto faz:
o que busco está oculto -
está bem ali -
em nenhum lugar