sábado, 16 de outubro de 2010

ESTRELA CADENTE


Costurando as estrelas cadentes ?
Porque daí, teus desejos ficariam pra sempre contigo.
Falando nisso, a estrela cadente me intriga.
Porque se joga assim, tão de repente , mesmo sabendo-se tão desejada ?
Ou será que ela nem sonha que é alvo
de tantos desejos, tantos murmúrios, tantos louvores?
Bom, pelo menos ela é linda e intensa e imensa, enquanto vive ...
E depois, pra onde ela vai ?
Viaja pra nossa imaginação, creio eu ...
Pelo menos pra minha ela vai ... linda ... brilhante
Realizar meus pedidos ...
E a estrela voa de coração em coração
De alma pra alma...
Escutando preces, pedidos, súplicas...
Imagino-a anotando cada um deles...
( espero que ela não seja esquecida, assim, como eu,
que não troque os desejos de ninguém... )
Depois se jogando em cada olhar que a espera.
Ela vive e morre toda vez...
E fico, então, preocupada
Com a pobre estrelinha cadente
Quão cansada deve estar nesse momento...nessa noite
De ser tão solicitada, tão desejada
Mas essa é sua missão
No céu e na Terra :
A de nos encher de esperança
Do sonho realizado nos buscar.




8 comentários:

Camila Passatuto disse...

Um dos karmas mais lindos do universo.
Breve para sonhos que desejam ser eternos.

Gostei do texto.
Parabéns!

Beijo.

HareBabaBlog disse...

Espero que ela ainda tenha o meu desejo anotado no bloquinho de notas... Tenho medo de ela já ter arrancado a página, pensando que fosse devaneio de momento...

Adorei o texto!

Beijos, Flavitcha! =)

Théo Iemma disse...

A inspiração é como luz de estrela cadente, que enche a alma e o coração. Essa sua inspiração foi ela quem deu? Pede uma pra mim também. Eu quero!

Vanilla disse...

Amei !

Du disse...

Sonho, a gente só se dá conta dele depois que acorda, depois que ele acabou... E fica aquela vontade na gente de sonhar mais um pouquinho...
Existem pessoas que são um sonho. Um sonho pelo qual a gente dormiria a vida inteira.
Mas o destino vem e nos acorda violentamente... E nos leva aquele sonho tão bom...
Existem pessoas que são estrelas. Doces, luzes que enfeitam e iluminam as noites escuras de nossas vidas.
Mas vem o amanhecer e nos rouba com toda a sua claridade aquela estrela tão linda.
Existem pessoas que são flores. Belezas discretas que alegram o nosso caminho.
Mas com o tempo, as flores murcham, e nos enchem de saudade de sua cor e de seu perfume.
Existem, finalmente, as pessoas que são maravilhosamente amigas.
Uma amiga doce como o mel de uma flor que desabrochou numa estrela e que veio até nós num lindo sonho!
E ainda bem que são amigas, porque flores, estrelas ou sonhos, mais cedo ou mais tarde, terminam... mas a amizade... a amizade verdadeira não termina nunca...

(o autor deste texto é desconhecido, mas poderia ser eu, poderia ser tu...logo lembrei dele lendo teu belo texto!)

#adorotu

Tatiana Kielberman disse...

Flavinha,

Seus poemas nos encantam de forma única e eu sou fã de tudo que você escreve!

Esteja certa disso!

Obrigada pelo convite de visitar seu blog, é sempre um prazer muito grande!

Beijos pra você, querida!

Flávia Braun disse...

OBRIGADA, OBRIGADA, MIL VEZES OBRIGADA!
O CARINHO DE VCS ME FAZ FICAR MAIS E MAIS INSPIRADA!!
BJSSSSSSSS =))))

CONRADO DALL´IGNA disse...

Nem te conto o pedido que fiz a uma estrela cadente a uns 3 anos atrás, tomara que dê certo!

Lindas palavras Flavíssima!

Bjos do teu fão nº 1!