quarta-feira, 22 de junho de 2011

Poem'origami



Carinho-poesia:
o verso é um origami
de sentimentos
a nos preencher,
afagando,
confortando,
apaziguando...
Dentro e fora de nós
os desassossegos cabem
as incertezas inundam
os dissabores invadem...
Até o origami
lindo alado Pégasus
vir voando
nos salvar

3 comentários:

Dagoberto Silva disse...

peguei um verso e voei. pra dentro de uma palavra, pra dentro de casa. cheguei.

Manoel disse...

Poema construído com carinho e delicadeza. Pra ser lido em voz baixa, desfrutado lentamente. O mais lindo silêncio é o som do origami...

Fé Fraga disse...

Fá, a poesia é assim mesmo...
São asas cheios de origamis e papéis infinitos, que verdadeiramente nos põe alma na alma.
Um beijo,
Fé Fraga.