terça-feira, 15 de março de 2011

Criação


corpo, carne, coração
criação somos
carma que nos leva
calma que nos foge
canto que eterniza
criança que nos nina
mãe natureza que acarinha
trazendo novamente
paz e harmonia
e, assim, vamos
de onde surgimos,
retornamos
e, além, voamos...

8 comentários:

Sandra Cajado disse...

Somos a essencia de tudo em nós... retornando ao mundo a sós... pra dentro de nós mesmos, nos permitindo,indo,seguindo e voltando quando preciso for.

na linha do vento sem curva e sem direção, desde que na criação, a veracidade daquilo que somos nos permita voar e amar.

Um beijo!

Tatiana Kielberman disse...

Que lindo, querida Flavinha!!!

Seus versos têm uma potência e uma tenacidade imensuráveis!!

Parabéns! Dá até vontade de voar...

Beijo, adoro você!

jdariosjunior disse...

Não resisiti... Que coisa linda! Que poema lindo! Viva a poesia! ─❤➛ Beijos e um doce dia!!!

Danilo MM disse...

E não voltamos mais

Suzana Martins disse...

E assim vivemos, sobrevivemos... Sobre viver!!

Beijos

RosaMaria disse...

Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes.

O instante mágico é o momento em que um "sim" ou um "não" pode mudar toda a nossa existência...

E assim vivemos, sobrevivemos, renascemos!

Beijos
Bom fds!

Bruna disse...

Lindo esse ciclo nosso de cada dia, de cada vida...

Escreva sempre, guria. Adoro! :)


Beijo!

Bruna

Du disse...

Eu queria fazer esse voo pra nunca mais, ou pra sempre, tanto faz.