segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Loucuras do coração





numa rua
numa esquina
numa mesa de bar
até mesmo
 no (ex) muro (de Berlim)
ou num beco do Bom fim
um beijo dividido
pode um dia
jamais 
ser esquecido 

memória que furta 
o direito à razão
o corpo lembra mesmo
é do calor 
da emoção

o abraço apertado
o brilho no olhar
saliva no sorriso
entorpecido 
de amar






Nenhum comentário: