terça-feira, 13 de maio de 2014

Ausência






cadê você
que só existe
onde não estou?

num lugar inexistente
que permanece,
insistente,
em minha mente

ausente
seu olhar
que sinto aqui,
onipresente


Nenhum comentário: